CONFEDERAÇÃO PORTUGUESA DAS COLECTIVIDADES DE CULTURA, RECREIO E DESPORTO

Protocolos e Parcerias

PARCERIAS COM EMPRESAS, ENTIDADES BANCÁRIAS E SEGURADORAS

As parcerias são facilitadoras e potenciadoras. A fim de disponibilizar um cada vez maior e mais diversificado leque de vantagens e benefícios às suas filiadas, a Confederação Portuguesa das Colectividades continua a celebrar parcerias e protocolos com entidades públicas e privadas, com e sem fins lucrativos.

Sobre as condições especiais para Filiadas da Confederação Portuguesa das Colectividades:

CAIXA AGRÍCOLA

Estabelece condições preferenciais no relacionamento financeiro entre a CCA e as Estruturas Descentralizadas e Filiadas, compreendendo, entre outras:

  • – Oferta de caderneta ou extrato
  • – Oferta anual de módulo de 10 cheques cruzados
  • – Isenção de custos de transferência inter bancária
  • – Isenção de anuidade de cartão de crédito
  • – Desconto mensal até 25% na renda mensal de terminal de pagamento automático
  • – Crédito de apoio ao desenvolvimento da atividade
  • – Crédito especializado para aquisição de viaturas automóveis ou outros equipamentos

 

 

CONPLAN – Consultores do Planeamento, Lda.

É uma empresa portuguesa, constituída em 1985, com sede em Lisboa, que tem por objeto a prestação de serviços de consultoria técnica.

Uma equipa versátil e adaptada às necessidades das entidades clientes, em que os/as consultores/as procuram sempre as melhores soluções. Uma equipa que integra consultores/as de diferentes gerações, aproveitando as vantagens do relacionamento intergeracional e que trabalha de forma colaborativa, para responder às solicitações de clientes e entidades parceiras.

GLIESE

  • – Desconto de 10% no fornecimento dos seguintes produtos e serviços:
  • – Equipamento e vestuário de segurança no trabalho
  • – Equipamento para proteção e segurança
  • – Prestação de serviços de implementação de Higiene e Segurança no trabalho
LOGOTIPO Montepio geral

MONTEPIO GERAL

A parceria protocolada entre a Confederação Portuguesa das Colectividades e o Montepio Geral visa prosseguir as ações de cooperação institucional entre as partes nas vertentes da Capacitação, Investigação e Publicação Científica, mais concretamente no apoio do Montepio para elaboração e respetiva publicação de um Estudo Nacional sobre o/a Dirigente Associativo/a Voluntário/a. Este estudo vai permitir o conhecimento mais aprofundado acerca das motivações dos/as DAVs, para a sua permanente ação voluntária e benévola.

Ponto Seguro

Entre a Ponto Seguro – Mútua dos Pescadores e a Confederação Portuguesa das Colectividades de Cultura, Recreio e Desporto foi acordado e assinado um protocolo que objetiva a oferta de melhores condições de produto e de preços, em todos os ramos de seguros, com exceção de Saúde e Vida, para dirigentes, funcionários/as, e associados/as das coletividades, individualmente considerados/as e também para as Coletividades, Associações Concelhias e Federações Distritais, enquanto órgãos coletivos.

QUALIMAIS

Para fornecimento de serviços com desconto de 10% em:

  • – Serviços de Higiene e -Segurança Alimentar – HACCP
  • – Controlo de Pragas
  • – Apoio à Certificação
  • – Formação Profissional Certificada
  • – Licenciamentos

TETRA PACK

A Confederação Portuguesa das Colectividades estabeleceu um protocolo de colaboração com Grupo GCI, que representa em Portugal o Grupo Going Green, com vista a divulgar atividades e boas práticas que levem os povos do Mundo a um maior respeito pela Natureza, na defesa dos valores ecológicos e vidas mais saudavéis e ambientalmente corretas.

O protocolo é também extensível aos Órgãos Sociais, Colaboradores/as e Assalariados/as das Estruturas e Filiadas, com um conjunto de benefícios sobre os quais podem ser obtidos esclarecimentos junto dos serviços administrativos da Confederação.

Outros Protocolos e Parcerias:

Conquistas de Revolução

Conselho das Comunidades Portuguesas

Confederação Portuguesa de Micro, Pequenas e Médias Empresas

Termas Monte Real

Ponto Seguro

Sociedade Portuguesa de Autores


Para mais informações sobre PROTOCOLOS COM ENTIDADES PÚBLICAS E PRIVADAS, COM E SEM FINS LUCRATIVOS, por favor, preencha este formulário. Os campos com * são de preenchimento obrigatório

    Anexar Ficheiro:
    SimNão

    Carregue o ficheiro aqui:

    PARCERIAS COM MUNICÍPIOS E JUNTAS DE FREGUESIA

    A capacitação de dirigentes associativos/as voluntários/as é prioritária para a Confederação Portuguesa das Colectividades. Neste sentido, em 2003, demos início à celebração de protocolos com Câmaras Municipais e Juntas de Freguesia, os quais têm como objetivo a realização regular de Sessões de Sensibilização e/ou de (IN)Formação, gratuitos, sobre gestão e dinamização das coletividades.

    As Sessões de Sensibilização e/ou de (IN)Formação são realizadas por dirigentes e/ou técnicos/as da Confederação que têm Certificado de Competências Pedagógicas.

    Já celebrámos protocolos com:

    CM de Abrantes

    desde 2017

    CM de Alcanena

    desde 20 de fevereiro de 2008

    CM de Alcochete

    desde 23 de janeiro de 2009

    CM de Arraiolos

    desde 2 de novembro de 2014

    CM de Arruda dos Vinhos

    desde 28 de junho de 2016

    CM Benavente

    desde 1 de fevereiro de 2011

    CM Cartaxo

    desde 22 junho de 2016

    CM Chamusca

    desde 27 janeiro de 2017

    CM de Constância

    desde 30 de maio de 2015

    CM de Loures

    desde 2010

    CM de Mação

    desde 30 de maio de 2015

    CM da Moita

    desde 18 de abril de 2009

    CM Ourém

    desde 25 novembro de 2016

    CM de Salvaterra de Magos

    desde 18 de março de 2015

    CM Seixal

    desde 15 junho de 2008

    CM de Serpa

    desde 1 de janeiro de 2015

    CM de Setúbal

    desde 25 de janeiro de 2003

    CM Torres Vedras

    desde 15 de junho de 2015

    CM Vila Viçosa

    desde 3 maio de 2021

    JF Charneca da Caparica/Sobreda

    desde 19 maio de 2015

    JF da Marinha Grande

    desde 10 de maio de 2017

    JF da Quinta do Conde

    desde 26 de fevereiro de 2019

    JF de Rio de Mouro

    desde 14 de dezembro de 2015

    CLDS 3G do Bombarral

    desde 30 de janeiro de 2018

    Para mais informações sobre PROTOCOLOS COM AUTARQUIAS, por favor, preencha este formulário. Os campos com * são de preenchimento obrigatório

      Anexar Ficheiro:
      SimNão

      ACADEMIA

      Diversificar as áreas de capacitação de dirigentes associativos/as voluntários/as. Mais oferta. Oferta de qualidade, com vantagens e benefícios para as Filiadas da Confederação Portuguesa das Colectividades.

      UNIVERSIDADE AUTÓNOMA DE LISBOA

      A 25 de julho de 2016 a Confederação Portuguesa das Colectividades estabeleceu com a Universidade Autónoma de Lisboa um protocolo visando promover a troca de informação científica e técnica entre ambas partes e a promoção conjunta da formação graduada e pós graduada no desporto.

      Através deste protocolo a CPCCRD poderá indicar à UAL temas que gostaria de ver tratados em trabalhos e estudos de natureza científica e a UAL introduzirá esses temas nos processos de investigação .

      Ao abrigo deste protocolo todos/as os/as dirigentes, trabalhadores/as e colaboradores/as das associadas da CPCCRD poderão inscrever-se no curso de Pós Graduação em Direito do Desporto  beneficiando de um desconto de 15% nas propinas.

      A Confederação Portuguesa das Colectividades poderá inscrever os/as seus/suas dirigentes, trabalhadores/as e colaboradores/as no mesmo curso, beneficiando no primeiro participante, em cada conjunto de dois, da isenção total de propinas, beneficiando o segundo e outros do mesmo desconto que o atribuído às associadas.

      FLUL – FACULDADE DE LETRAS DE LISBOA

      Entre a Confederação Portuguesa das Colectividades e a Faculdade de Letras, foi instituído um Protocolo – Parceria que visa o enquadramento de estagiários/as das licenciaturas em Artes do Espetáculo e Comunicação e Cultura. A CPCCRD constitui-se como entidade de acolhimento e orientação de estágios curriculares.

      IPL – INSTITUTO POLITÉCNICO DE LEIRIA

      Para prestação de serviços à comunidade, nomeadamente traduções, serviço docente de formação, consultoria, auditorias e trabalhos de investigação e desenvolvimento.

      IPPS IUL – Instituto para as Políticas Públicas e Sociais

      Desconto nos cursos do Instituto para as Políticas Públicas e Sociais para todos os membros dos Órgãos Sociais das filiadas na Confederação Portuguesa das Colectividades e colaboradores/as.

      ISLA – INSTITUTO SUPERIOR DE LÍNGUAS E ADMINISTRAÇÃO

      Objetivando o acesso dos/as Dirigentes Associativos/as Voluntários/as aos ciclos de ensino ministrados pelo Instituto Superior de Línguas e Administração, com a promoção conjunta de estudos científicos e o acolhimento de estagiários na Confederação Portuguesa das Colectividades, a CPCCRD e o ISLA assinaram um protocolo de cooperação, que vai beneficiar os/as DAVs e promover o Associativismo enquanto objeto de estudo científico.

      ISPA – Instituto Universitário de Ciências Psicológicas, Sociais e da Vida

      No sentido da formação académica dos/as Dirigentes Associativos/as Voluntários/as e Benévolos/as na área da psicologia comunitária, a Confederação e o Instituto Universitário de Ciências Psicológicas, Sociais e da Vida estabeleceram um protocolo que permite a licenciatura, Mestrado ou Doutoramento de DAVs, elevando por essa via a qualificação de dirigentes.

      UNIVERSIDADE CATÓLICA DO PORTO

      Concretizando o acesso dos/as Dirigentes Associativos/as Voluntários/as aos ciclos de ensino ministrados pela Universidade Católica do Porto, a promoção conjunta de estudos científicos e o acolhimento de estagiários na Confederação, a Confederação e a U.C. Porto estabeleceram um protocolo de cooperação, de cujos frutos sairão beneficiados e enriquecidos os/as DAVs.

      UNIVERSIDADE LUSÓFONA

      Entre a Confederação Portuguesa das Colectividades e a Universidade Lusófona, foi estabelecido um Protocolo que visa a constituição do “Observatório do Associativismo”. Este projeto-parceria tem como objetivo monitorizar o Movimento Associativo Popular com recurso às ciências sociais.

      Outras Instituições com Protocolos e Parcerias:

      Escola de Judo Nuno Delgado

      Escola Profissional Bento Jesus Caraça

      ISCTE