CONFEDERAÇÃO PORTUGUESA DAS COLECTIVIDADES DE CULTURA, RECREIO E DESPORTO

Hino

No Programa de Acção apresentado pela Lista para o mandato 2013/2016, estava inscrito a concretização de velho sonho da Confederação. O Hino.

Depois de várias hipóteses, foi considerado reabilitar uma oferta do Maestro Manuel Gonçalves Batalha quando este era Maestro da banda da Sociedade Filarmónica União Capricho Olivalense (SFUCO) Olivais – Lisboa nos anos 40 do século passado.

Esta peça nunca foi tocada nem registada, havendo apenas um exemplar da partitura original no Centro de Documentação da Confederação.

O passo seguinte foi convidar a Direcção e o Maestro da SFUCO a actualizar a partitura e a tocá-la o que aconteceu pela primeira vez no dia 7 de Novembro 2015 na sessão de encerramento do Congresso Nacional das Colectividades, Associações e Clubes no Fórum Lisboa em homenagem ao Congresso e ao Movimento Associativo Popular.

O Conselho Nacional da Confederação aprovou por unanimidade e aclamação uma Resolução Associativa onde atribui ao Hino o título “Ideal Associativo” em homenagem aos princípios e valores que sempre estiveram presentes na vida associativa e que correspondem ao ideal de sociedade.

Entre outros aspectos, a Resolução delibera ainda que o Hino “seja objecto de reprodução para ser tocado com dignidade, respeito e zelo”, pelo que aqui se reproduz a partitura e o registo sonoro.

Comments are closed.

Copy link
Powered by Social Snap